“Meu sonho é que as pessoas desejem trabalhar na Numen”. Essa frase foi dita por Patrícia Terue, fundadora da empresa, após receber a negativa de um candidato, lá no início da história da companhia. Hoje, a empresa é referência no mercado de tecnologia, almeja voos cada vez mais altos.

Patrícia faleceu em 2017, mas o legado construído por ela é o que permeia a cultura e a identidade da Numen. Uma consultoria especializada em soluções de tecnologia e processos SAP, em que as pessoas são prioridades. 

Com o propósito de “fazer acontecer, inspirando o melhor das pessoas”, a Numen conta com cerca de 500 colaboradores comprometidos, sob uma gestão pautada na empatia e compreensão. As metas são definidas de maneira humanizada e conectadas à causa.

Quem conviveu com a Patrícia sempre reforça a simplicidade, humildade, empatia, alegria no seu jeito de ser e, principalmente, o respeito ao próximo. Uma mulher empreendedora que não media esforços para garantir o bem-estar de quem estava ao seu lado.

Cleiton Rocha, analista financeiro na Numen, é um dos funcionários mais antigos da empresa e pôde conviver de perto com Patrícia. “Todo esforço, trabalho, perfeccionismo e dedicação que implicava nos projetos e administração da Numen nunca foi por dinheiro e status, mas sim para ajudar, acolher e beneficiar seus familiares, amigos e colaboradores”, afirma.

Essa índole da Patrícia é o que norteia e mantém acesa a chama da Numen, hoje e sempre. Que venha #2022!